5 coisas a considerar ao selecionar um planejador financeiro

[ad_1]

Ao contrário de alguém que se chama CPA ou médico, praticamente qualquer pessoa pode se chamar de “planejador financeiro” ou “consultor financeiro”, independentemente de sua formação educacional e experiência profissional. Além disso, nem todos são imparciais em seus conselhos e nem todos sempre agem no melhor interesse de seus clientes.

Para garantir que seu planejador financeiro seja bem qualificado em finanças pessoais e imparcial em seus conselhos, considere as cinco coisas a seguir:

1. Credenciais de Planejamento: Ter uma credencial altamente conceituada em planejamento financeiro, como Certified Financial Planner (CFP) ou Personal Financial Specialist (PFS), confirma que o profissional com quem você pretende trabalhar adquiriu a formação e experiência necessárias para atuar como um planejador financeiro. As credenciais CFP e PFS são concedidas apenas aos indivíduos que atenderam aos requisitos de certificação de educação e experiência em planejamento de finanças pessoais. Além disso, eles precisam passar nos exames de certificação e concordar em aderir aos padrões de prática e aos requisitos de educação continuada.

2. Expertise no assunto: Os planejadores financeiros são profissionais de planejamento, não necessariamente especialistas no assunto. Por exemplo, um planejador financeiro será hábil em análise e planejamento tributário, mas, diferentemente de uma Conta Pública Certificada (CPA) ou de um Agente Inscrito no IRS (EA), ele pode não ser necessariamente um especialista no assunto quando se trata de regras tributárias. ele pode ser hábil em traçar um plano de investimento, mas, ao contrário de um Chartered Financial Analyst (CFA), ele pode não ser uma autoridade no assunto de investimentos. Trabalhe com um planejador financeiro que também seja especialista no assunto nas áreas de finanças pessoais que são importantes para alcançar seus objetivos financeiros.

3. Especialização do Cliente: Nem todos os planejadores financeiros atendem a todos os tipos de clientes. A maioria se especializa em atender apenas determinados tipos de clientes com perfis específicos. Por exemplo, um planejador pessoal pode desenvolver sua experiência e personalizar seus serviços para atender apenas aqueles indivíduos e famílias que estão em determinadas profissões ou em um estágio específico da vida com objetivos financeiros e patrimônio líquido específicos. Pergunte se o planejador é especializado em atender apenas determinados tipos de clientes com perfis específicos para determinar se ele é adequado para sua situação e objetivos financeiros.

4. Estrutura de taxas: A estrutura de taxas determina, em grande parte, quais interesses ele atende melhor – seus clientes ou seus próprios. Um profissional Fee-Only cobra apenas taxas por seus conselhos, enquanto um profissional Fee-Based não apenas cobra taxas, mas também ganha comissões, taxas de referência e outros incentivos financeiros sobre os produtos e soluções que eles recomendam para você. Conseqüentemente, é mais provável que o conselho de um especialista em taxas seja imparcial e de seu interesse do que o conselho de um planejador financeiro baseado em taxas. Trabalhe com um profissional cuja estrutura de honorários seja livre de conflitos e alinhada para beneficiá-lo.

5. Disponibilidade: Ele ou ela deve estar regularmente disponível, atento e acessível a você. Pergunte ao planejador quantos clientes ele atende atualmente e o número máximo de clientes que ele planeja atender regularmente no futuro. Essa proporção de clientes por planejador é um dos principais fatores para avaliar a disponibilidade de seu planejador para você no futuro. Além disso, pergunte quais atividades de planejamento são normalmente executadas pelo planejador e quais são delegadas a um paraplanejador ou a outros membros da equipe júnior. Por fim, certifique-se de que o planejador seja facilmente acessível por telefone e e-mail durante o horário comercial normal.

Depois de selecionar alguns planejadores financeiros bem qualificados e imparciais em sua área local, consulte primeiro aqueles que oferecem uma consulta inicial GRATUITA. Durante a consulta inicial, avalie a disponibilidade do planejador e quaisquer outros atributos profissionais que você busca em seu planejador financeiro.

Ter um planejador financeiro bem qualificado e imparcial ao seu lado é extremamente importante em sua jornada em direção aos seus objetivos financeiros. Ao procurar um, considere as credenciais profissionais do planejador, a especialização do cliente, a experiência no assunto, a estrutura de taxas e a disponibilidade para selecionar o planejador financeiro certo para suas necessidades.

[ad_2]

Source by Ashwin Dhanesha

Deixe um comentário